Você provavelmente já está cansado de ler – em nosso blog e em outros veículos – que os dados são o “o novo petróleo”, o ativo mais importante das empresas nos dias atuais, chegando mesmo a serem considerados o principal elemento de valor para as empresas. Por mais que esses conceitos já façam parte do senso comum, a maioria dos negócios não aplica os dados em seu dia-a-dia, seja por não acreditarem que a análise de dados pode contribuir para os seus resultados, por acharem que são pequenos demais ou que geram poucos dados, ou mesmo por assumirem que o custo de aplicar dados em sua operação é proibitivo.

Tudo isso são mitos. Qualquer empresa, de qualquer tamanho e de qualquer segmento, pode se beneficiar da correta aplicação de dados em sua operação. Não só isso, mas as empresas que não estiverem usando informações de maneira efetiva correm um sério risco de serem engolidas por seus concorrentes. Para quebrar essa barreira, listamos a seguir os principais motivos para você começar a aplicar dados (e a sua análise).

 

1. Reduzir custos

Praticamente todas as empresas têm processos que envolvem a entrada ou confirmação manual de informações. Seja no cadastro de clientes e fornecedores, no preenchimento de campos de um CRM, na verificação de informações para emissão de uma nota fiscal, na atualização de contatos, ou em dezenas de outras situações, as chances são grandes de que alguém está fazendo um trabalho de copiar informações de um lugar (um site, um formulário, uma planilha, ou qualquer outra fonte) para outro, ou pesquisando manualmente informações na internet.

Os processos manuais geram dois tipos de custo: o tempo que as pessoas gastam para executá-los e a grande quantidade de erros no input. A boa notícia é que 90% ou mais desses processos manuais podem ser automatizados com correta aplicação de dados na sua empresa. Seja através de uma integração entre sistemas, uma consulta de tela com exportação de dados, ou uma troca de arquivos, as APIs de dados da BigDataCorp conseguem trazer todos os dados que você precisa preencher nos mais diferentes cadastros e fluxos com uma chamada simples, eliminando centenas de horas de trabalho e reduzindo erros, o que se traduz diretamente na redução de custos para as empresas.

 

2. Aumentar as vendas

Se você faz qualquer tipo de ação de marketing digital, na prática já está utilizando dados para aumentar as vendas da empresa. Uma campanha no Google AdWords ou no Facebook não é nada mais que uma segmentação, baseada no comportamento de pesquisa ou no perfil social do seu consumidor. O grande ponto é que, nessas campanhas convencionais, você está usando dados de um único terceiro (do Google ou do Facebook, em nosso exemplo) para trazer mais vendas. É melhor do que não utilizar nenhum tipo de informação, mas é uma abordagem que pode ser mais otimizada.

Combinando os dados dessas plataformas com seus próprios dados internos, do tipo de cliente que resulta em mais conversões, ou em um resultado financeiro melhor, por exemplo, tende a melhorar significativamente os resultados das campanhas, seja trazendo mais leads ou reduzindo o custo por lead. E você pode sempre utilizar outros dados, como os que disponibilizamos dentro da nossa plataforma de dados, para segmentar ainda mais o seu público-alvo, direcionando a sua mensagem apenas para as empresas ou pessoas com quem realmente quer falar. Com isso, você otimiza o seu processo comercial, vendendo mais a um custo menor.

Isso sem falar na redução do atrito no processo de venda ou de contratação de serviços, usando dados para simplificar formulários de cadastro, proporcionando uma melhor experiência ao seu cliente e, consequentemente, aumentando as conversões.

 

3. Tomar decisões melhores

Uma das principais aplicações dos dados é, como delineamos acima, a otimização de processos. E os principais processos das empresas estão relacionados com a tomada de decisões. A cada momento, uma empresa precisa decidir como vai repor um estoque; qual preço vai cobrar por seus produtos e serviços; se vai ou não aceitar uma empresa como cliente ou como fornecedora; se vai focar em buscar mais clientes ou rentabilizar os clientes que já tem; e assim por diante.

Obviamente, todos esses processos podem ser apoiados (ou automatizados) com a aplicação de dados, especialmente de dados do ambiente externo à empresa. Dados de preços de produtos e serviços praticados pela concorrência podem apoiar decisões de precificação, dados socioeconômicos podem apoiar as decisões de direcionamento estratégico, dados individuais podem ser aplicados na análise de risco de pessoas e empresas, e assim por diante. Tudo isso com baixo custo, substituindo opiniões pessoais e vieses de processos manuais.

 

4. Melhorar sua reputação

Considerada um dos ativos mais valiosos do mundo corporativo, a reputação de uma empresa – a forma como o mercado a enxerga – impacta diretamente em suas vendas. Isso sem falar que empresas com uma reputação degradada gastam mais no atendimento ao cliente, têm custos jurídicos maiores, têm que investir mais em marketing e acabam pagando mais caro para ter qualquer tipo de exposição na mídia.

A boa notícia é que os danos causados pela má reputação são totalmente evitáveis. Com os dados certos, você consegue melhorar a experiência do seu cliente na interação com a sua empresa, consegue simplificar formulários e o preenchimento de cadastros para reduzir a frustração, e consegue até mesmo entender o risco de reputação associado com cada cliente: qual o tamanho do risco de um determinado cliente processar a sua empresa se ficar insatisfeito, ou o alcance social de uma reclamação feita por determinada pessoa. Todas essas aplicações reduzem o seu risco reputacional, trazendo uma percepção mais positiva da sua marca para o mercado e para os clientes.

 

5. Prever o futuro

Um dos maiores “superpoderes” dos dados é a sua capacidade de prever o futuro. O mundo não é tão imprevisível quanto a maioria das pessoas gosta de acreditar, e, com os dados certos, é perfeitamente possível para qualquer empresa fazer previsões sobre coisas que vão acontecer no seu futuro, de projeções de receita e lucros até como as opiniões do seu público-alvo irão se desenvolver.

Essa capacidade preditiva é talvez o elemento mais valioso dentro dos dados, principalmente dos dados operacionais de cada empresa. As informações que a sua operação gera – de quais leads fecham ou não um contrato, de quais clientes são melhores ou piores, de como equipamentos se comportam, de quais produtos vendem mais ou menos – permitem a você evoluir o seu negócio em resposta às tendências futuras, otimizando diferentes características da organização em função do que os dados indicam.

 

– – –

 

Essa foi uma visão rápida dos principais benefícios que os dados podem trazer para qualquer empresa. Aqui na BigDataCorp, estamos prontos para suportar você na sua jornada de descoberta e utilização dos dados em sua empresa, independente do seu tamanho ou nível de maturidade. Se quiser saber mais, entre em contato conosco.

 

BigDataCorp