Confira as novidades liberadas para o seu produto

Março de 2021

 

Com o cancelamento do Carnaval, a equipe do BigBoost teve ainda mais tempo para preparar novidades e melhorias no produto. Construindo em cima da fundação implementada em Janeiro, esse mês temos novas funcionalidades, novos dados, e melhorias gerais em todas as APIs do BigBoost. Leia abaixo mais detalhes sobre as principais novidades lançadas no último mês, e acompanhe a documentação do produto para sempre estar por dentro de tudo que está sendo lançado.

 

BigBoosst nota 10: melhorias nos protocolos de segurança

A segurança dos dados e das APIs sempre foi uma das nossas maiores preocupações, desde a fundação da BigDataCorp. Fomos a primeira empresa no mercado de dados a adotar o padrão de só aceitar requisições criptografadas, vindo através do protocolo HTTPS, e fomos a primeira empresa no mercado de dados a implementar uma API com os padrões mais modernos de autenticação (tokens de acesso ao invés de usuário e senha).

Seguindo a linha de aumentar a segurança do produto, disponibilizamos uma nova funcionalidade nas chamadas do BigBoost: a possibilidade de envio do token de autenticação no header das chamadas, ao invés do envio no corpo. Isso torna as chamadas mais seguras, pois permite a implementação de protocolos de segurança e verificação adicionais sobre as requisições realizadas.

Ainda dentro do tema de segurança, estamos descontinuando o suporte à chamadas via HTTP GET sobre o serviço. Em um primeiro momento, essas chamadas continuarão funcionando para os clientes que fazem uso desse mecanismo, mas novos clientes e clientes que hoje não utilizam a chamada via GET terão essa modalidade de requisição desabilitada por default.  As chamadas GET exigem o envio de parâmetros dentro do corpo da requisição, o que gera riscos de segurança para os clientes que estão fazendo as chamadas. Assim, optamos por evitar a possibilidade de induzir os clientes à erros impedindo que esse tipo de chamada seja realizada.

 

Novos dados disponíveis em “Dados Básicos” e “Servidores Públicos”

Como sempre, incluímos novos dados no BigBoost ao longo de Fevereiro. O dataset de Dados Básicos contém informações relacionadas com o óbito, como o flag de indicação de óbito. Esse mês, incluímos novas fontes de informação de óbito ao processo de captura, expandindo a cobertura dessas informações de óbito e tornando as mesmas mais precisas.

No dataset de Servidores Públicos, incluímos no retorno os dados do município e estado do local de trabalho do indivíduo. Esse dataset traz dados de servidores públicos de todas as esferas – Federal, Estadual e Municipal – e incluí os principais municípios do país. Estamos também expandindo semanalmente a cobertura dos dados, trazendo mais informações para os nossos clientes.

 

Tempo de resposta das consultas: melhoria da performance!

Uma das grandes vantagens do BigBoost sobre outras alternativas de enriquecimento de dados é a velocidade de resposta das consultas. A grande maioria (mais de 95%) das requisições realizadas contra a API do BigBoost retornam em menos de 1 segundo, o que permite a utilização do produto nos mais diferentes cenários de integração, inclusive os que precisam de resposta em near-real time.

Apesar dessa rapidez, estamos sempre procurando maneiras de otimizar ainda mais o produto, para trazer uma experiência ainda melhor para os nossos clientes. Em Fevereiro, realizamos uma série de otimizações no produto como um todo para acelerar as respostas. De melhorias no sistema de log à otimizações nos bancos de dados que suportam o BigBoost, conseguimos reduzir o tempo de resposta em cerca de 10% para todas as consultas.

Além das otimizações gerais, atuamos também em alguns datasets específicos para melhorar o desempenho de consultas específicas. No dataset de Score de Risco de Crédito de Empresas da Murabei, ajustes na forma como recuperamos o score do parceiro reduziram significativamente o tempo de resposta das chamadas. No dataset On-Demand de Consulta ao Sintegra, fizemos alterações na maneira como os sites são consultados, resultando também em melhorias no tempo médio das chamadas.

 

API do BigBoost: muito além do enriquecimento de dados

As APIs do BigBoosts não servem só para o enriquecimento de dados. Temos também diversos outros tipos de consulta, como a validação de e-mails e de telefones, ou a geocodificação de endereços. Além dessas funcionalidades, que estão dentro da API de Validações, vários datasets tem funcionalidades adicionais que permitem a comparação de informações fornecidas na entrada contra dados de referência, ou contra os dados da própria BigDataCorp.

O dataset de Dados Básicos já suporta, há algum tempo, parâmetros de “Nome” e “Nome da Mãe” na entrada. Ao fornecer esses parâmetros, o cliente recebe no retorno da chamada, além dos dados básicos em si, o percentual de similaridade entre os nomes informados e os dados oficiais de referência, sem a necessidade de chamadas adicionais.

No último mês, incluímos mais um parâmetro de entrada neste dataset, a “Data de Nascimento”. Ao informar na entrada a data de nascimento, o BigBoost irá automaticamente realizar uma comparação da data informada contra a data oficial registrada na Receita Federal para o CPF consultado, e retornar um percentual de similaridade entre as duas. Assim, é possível realizar a validação da data de nascimento informada pelo cliente junto com a recuperação dos dados de maneira simples e eficiente.

 

 

O BigBoost não para de melhorar. Descubra tudo que a maior plataforma de dados do Brasil pode fazer por sua empresa através da documentação do produto, ou marcando uma conversa com a gente.

BigDataCorp